domingo, dezembro 27, 2009

Cadeia de poemas de Natal - 11, para a Arrábida do Miguel Guerreiro

Deixei o seguinte agradecimento no blogue do Miguel Guerreiro, no dia 19:

Obrigado, Miguel, pelos teus votos!
Também desejo para ti um Natal muito feliz, com muita alegria, muito aconchego da família, uns docinhos e algumas prendinhas.
E enquanto outros discutem se o Natal é do Pai Natal ou do Menino Jesus, deixo-te aqui um lindo poema que Sebastião da Gama, teu conterrâneo, escreveu, em que, no fundo, ele diz que é mais importante aconchegar os meninos do que apenas festejar os meninos:

PRESÉPIO

Nuzinho sobre as palhas,
nuzinho - e em Dezembro!
Que pintores tão cruéis,
Menino, te pintaram!

O calor do seu corpo,
pra que o quer a tua Mãe?
Tão cruéis os pintores!
(Tão injustos contigo,
Senhora!)

Só a vaca e a mula
com o seu bafo te aquecem...

- Quem as pôs na pintura?

Sem comentários: