sábado, janeiro 26, 2013

Será mesmo o melhor de "7 mil milhões de outros"?

Comentei mais ou menos assim no canal do GoodPlanetorg a publicação deste vídeo:
(para já, só existem versões legendadas em francês e inglês)

O MELHOR DO GOODPLANETORG.
Na minha opinião, este é um mau título. "Melhor" é sempre a escolha de alguém do seu ponto de vista, e a riqueza de todos os vídeos da coleção é a possibilidade que os internautas têm de fazer a sua própria escolha. Quando dizemos "o melhor" estamos implicitamente a dizer que todo o resto é pior, e isso não é verdade! Se alguém me diz "Vê isto, é o melhor!", está - implicitamente, repito - a dizer-me para não ver todo o resto dos vídeos ... Que pena! ... O título deve ser um convite, não uma indicação de uma escolha prévia de alguém, a coleção toda merece esse respeito. É um prazer a gente ir descobrindo vídeo após vídeo.


Best-of 7 milliards d'Autres [FR]
"À mon avis, il s'agit d'un mauvais titre. "Le meilleur" est toujours la choix de quelqu'un, son point de vue, et la richesse de tous les videos est la chance que tout le monde a de faire son propre choix. Quand on dit "le meilleur" ça veur dire que tout le rest est pire, et c'est pas vrai! Si on me dit "Voit ça, c'est le meilleur!", on m'invite à ne pas voir tout le rest des vidéos... Quel domage!... Le titre doit être une invitation, pas une indication d'une choix préalable."
"In my opinion, this is a bad title. "Best" is always the choice of someone's point of view, and the richness of all the videos is the chance that everyone has to make his own choice. When we say "best" it means that all the rest is worse, and it is not true! If someone says to me "Watch it, it is the best!", I'm asked to not see all the rest of the videos ... What a pity! ... The title should be an invitation, not an indication of a prior choice."

Sem comentários: