quinta-feira, julho 05, 2012

Rajendra Singh, o homem que faz nascer rios

Já aqui falei sobre o passarinho da Floresta de Sariã.
(http://fernandonaescola.blogspot.pt/2010/05/fernando-nobre-presidente-da-ami-esteve.html)
A edição de hoje da Visão (n.º 1009, p. 78-79) fala-nos de mais um desses passarinhos:
Rajendra Singh, o homem que faz nascer rios:
"Rajendra Singh conseguiu, através do uso de técnicas ancestrais de aproveitamento da chuva, dar vida a cursos de água secos há mais de 60 anos."
Diz o artigo que este homem, quando lhe pediram que os ensinasse a fazer johads [reservatório tradicional de recolha de chuva], pôs condições: tinham de formar um Gram Sabha, uma assembleia local, onde cada família tivesse o seu representante. Além disso, todas as decisões relativas ao uso da água e à gestão das florestas e das pastagens tinham de ser tomadas em conjunto.
Foi acusado 377 vezes e foi sempre absolvido. Correu riscos de vida. No final do texto, o articulista Pedro Miguel Santos, cita Singh: Se vives para a natureza, ela dá-te sempre a proteção de que precisas."
Rajendra Singh esteve em Portugal este ano, em Abril (http://tamera.org/index.php?id=904&L=2)

Sem comentários: