domingo, fevereiro 10, 2013

Bote salva-vidas vira bote mata-vidas

Há absurdos infelizes, terríveis. Como este, em que a intenção seria treinar a proteção da vida. Só que, ao contrário do que se intencionava, morreram 5 pessoas.
A redação da notícia acentua a infelicidade da ocorrência quando diz que "vitimou apenas tripulantes", não passageiros. Apenas. Apenas tripulantes. Como se a vida dos tripulantes fosse outra vida, que valesse menos.

Queda de bote salva-vidas durante simulacro mata cinco pessoas
Por Redação

Cinco pessoas morreram e outras três ficaram feridas, este domingo, nas Canárias, depois de um bote salva-vidas de um cruzeiro ter caído ao mar durante um simulacro de emergência.

O acidente ocorreu quando o navio estava atracado em Santa Cruz de La Palma e vitimou apenas tripulantes da embarcação, não havendo registo de passageiros feridos, de acordo com o El Mundo.

Estava a decorrer um simulacro de salvamento quando um bote salva-vidas, com pessoas no seu interior, caiu ao mar, de uma altura de 30 metros, e ficou virado ao contrário.

Segundo o diário El Mundo, as vítimas, que trabalhavam no navio «Thomson Majesty», seriam de nacionalidade ganesa, indonésia e filipina.

Envolvido nas operações de socorro esteve um helicóptero do Grupo de Emergências e Salvamento (GES) do Governo das Canárias, elementos do Serviço de Urgências, médicos, mergulhadores, polícia local e guarda civil.

Os feridos foram transportados para o Hospital de La Palma.

16:42 - 10-02-2013

Sem comentários: