sexta-feira, maio 06, 2011

Beijo grande para ti, bebé, e para teus pais!

Esta era a mensagem que gostaria de ter escrito logo de manhã no Facebook, mas, por causa do cansaço, do sono, da pressa, e da aflição que ainda batia forte, não consegui. Permitam-me a correção do original:
O céu hoje, no horizonte, está todo coberto de nuvens. Seguramente não vou ver o Sol aparecer. Que pena! Acabo de chegar do enorme hospital. Foram horas dramáticas. No fim, a vida voltou a vencer a luta terrível. O campeão foi um pequerrucho de pouco mais de um mês. Hoje iria saber-me especialmente bem ver a alvorada intensa do Astro-Rei. Ser tomado pelo calor do seu abraço matinal. Completaria por fora o conforto e a alegria que sinto por dentro. Deixa, fica para outro dia; o que hoje não podia esperar por amanhã não deixou de acontecer. Ainda bem, isso foi o mais  importante de tudo. Beijo grande para ti, bebé, e para teus pais!

Sem comentários: