domingo, março 25, 2007

Que se pode aprender com alguém que fala assim?...

Há poucos dias (Não tive oportunidade de escrever um apontamento nesse mesmo dia...), num breve intervalo de trabalho ao computador, em casa, apanhei um programa de crítica cinéfila em que o "conceituado" apresentador disse qualquer coisa assim: "O filme [tal e tal], eu penso que se mostra melhor com algumas imagens do próprio filme do que com palavras." A seguir - pasme-se! - acrescentou o seguinte: "Eu ainda não vi o filme, mas concerteza vou vê-lo para a semana."
Bem, confesso que fiquei boquiaberto. O programa não era em directo, era gravado. O que quer dizer que, se não fosse isto que o apresentador queria dizer, isto teria sido corrigido. Mas, não! Passou assim mesmo!
Ou há qualquer coisa que aqui me está a escapar, ou então, o homem não poderia ter dito o que disse sobre o filme... porque, afinal, ainda não o viu, não é?... E tenho a certeza de que ele não estava a falar de uma opinião alheia, mas dele próprio!
Para além da função educativa básica que qualquer canal de televisão tem, há aqui um critério de honestidade profissinal posto em causa. Ou não?...

Sem comentários: